UMA ERA ESQUECIDA, JAMAIS PERDIDA

Jogos antigos são cada vez mais difíceis de serem encontrados na galáxia - inclusive Star Wars Battlefront

Por Bruno Yonezawa e Luiz Queiroga

Quem tem a primeira versão comercializada de SWBFII tem em mãos uma relíquia
Anos 2000, o século digital. O que um dia foram os CDs, hoje se tornaram serviços de streaming de música. O que foi uma carta escrita à mão tomou forma de e-mail. E no mundo dos videogames não poderia ser diferente. Muitos jogos estão disponíveis tanto em mídia física, como disponíveis para download direto no HD do console ou computador.


Em detrimento da mídia física, o novo Star Wars Battlefront pode ser um exemplo. Para PC, o game será comercializado apenas via Origin, programa que permite download de jogos. Já para os consoles PlayStation 4 e Xbox One, o jogo terá tanto a versão digital quanto a mídia física.

A diferença entre os dois se dá no bolso. O player que comprar o Battlefront digital para alguma dessas duas plataformas pagará em torno de R$ 230, enquanto o jogador que optar por ter em mãos o CD terá que desembolsar cerca de R$ 300. O valor pode subir para R$ 500 caso compre com o Passe de Temporada (código que libera as expansões, como novas missões).

A tendência atual é comprar os jogos digitalmente
Em função da praticidade e dos valores envolvidos, a tendência é que a mídia digital faça com que a física praticamente desapareça num futuro não tão distante. Há soldados, porém, que lutam no front de batalha para evitar esse cenário apocalíptico...

Os caçadores de relíquias
O papel do colecionador ganhou evidência tamanha neste século – principalmente quando o assunto é Star Wars. No campo de videogames, é bem mais difícil encontrar produtos referentes ao universo criado por George Lucas. É aí que entra a importância do colecionador: ele é o responsável por não deixar cair no esquecimento a mídia física. Trata-se de um verdadeiro caçador de relíquias.

"Essa tendência de ter o conteúdo digital é muito prática, muito boa, mas para o colecionador que gosta de ter e admirar a caixinha, por exemplo, não se aplica", explica Felipe Ceccarelli, membro do O Poder da Força (OPDF), maior grupo de colecionadores de Star Wars do país. 

Felipe é um dos soldados que percorrem os quatro cantos da galáxia em busca de itens colecionáveis (Foto: Lucas Biffi)
Em entrevista concedida durante a Jedicon São Paulo 2015, que contou com cobertura especial da Battlefront Brasil, Ceccarelli analisa que só o player casual vai abrir mão da mídia física pela questão financeira. 

OPDF é o maior grupo de colecionadores de Star Wars do Brasil
(Foto: Lucas Biffi)
Já o colecionador não, é fiel ao seu propósito. Às vezes ele nem chega a jogar o game que comprou. Ele o faz apenas por uma questão de manter um legado ou então pela parte estética, afinal, “Star Wars esteve muito ligado a coleções”, como reforça Felipe. É importante para quem coleciona artigos. Mas o membro da OPDF não esconde: essa tendência vem ficando difícil e deve se concentrar mesmo com os jogos antigos apenas.

A franquia Star Wars Battlefront sofre com esse problema. Oficialmente, não há mais lugares que vendam os dois primeiros jogos, lançados em 2004 e 2005, fisicamente no Brasil. Quem quiser comprar, apenas via Steam, ou então na Amazon gringa.

Até mesmo na maneira alternativa de adquirir esses produtos não é tão simples. Pesquisando no MercadoLivre, encontramos apenas pouquíssimos produtos. Do primeiro game da franquia, um já usado custando R$ 70 e outro ainda novo por R$ 100

Já SWBFII, também dois apenas: um usado por R$ 70 e outro em DVD de colecionador que custa R$ 189. Esse número é quase o dobro do preço de lançamento há dez anos, quando o valor era de R$ 100.

Mesmo com os valores caros de jogos antigos e a diferença significativa no mercado atual entre mídia física e digital, Ceccarelli acredita que o colecionador não se deixará levar pelo preço. “Sempre terá um nicho de colecionadores que vai procurar o conteúdo palpável, mesmo que os valores estejam elevados."
Compartilhar no Google Plus

3 comentários:

  1. Eu tenho até hoje os meus DVD's do Star Wars Battlefront 2 pra pc. Iguaizinhos aos da foto no começo da matéria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana! Já participou do nosso servidor de Star Wars Battlefront II? Tem muito brasuca se divertindo :D Se tiver interesse, segue link de acesso: http://battlefrontbrasil.blogspot.com.br/2015/05/aprenda-como-se-conectar-no-servidor.html

      Excluir
  2. caramba vou jogar agooooooooooooraaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.