MISSÃO CUMPRIDA: ORDENS SÃO ORDENS...


E chegamos ao oitavo capítulo do Missão Cumprida. Este episódio marca o fim do 501st na era da República, a última missão dos clones antes de o Império reinar absoluto nos anos seguintes como bem já conhecemos no universo de Star Wars.

Confesso que esse foi um dos marcos mais emocionantes para mim de toda a saga de George Lucas, rolou aquela suada nos olhos quando no Episódio III: A Vingança dos Sith o exército clone liderado por Anakin Skywalker adentrou no Templo Jedi e exterminou todos os defensores da paz. Para ser bem sincero, toda vez que assisto ao terceiro filme, fico arrepiado ao ver as cenas da Ordem 66.

Mas... Ordens são ordens, e missão dada é missão cumprida!


Obedecendo ao comando de Darth Sidious, o 501st tem que invadir o Templo Jedi, aniquilar com todos lá presentes e roubar os Holocrons guardados no prédio a sete chaves. Ao mesmo tempo em que retrate um dos momentos mais tristes para mim, confesso que essa missão na Campanha de Star Wars Battlefront 2 é simplesmente fodástica, pois é a primeira vez que o foco não é matar droids, mas sim jedis. Sim, jedis! Carinhas com sabres de luz loucos para te cortar ao meio.

O primeiro objetivo é dominar o Conselho Jedi. Sugiro começar com um Heavy Trooper. O motivo é bem simples: com apenas duas minas, você acaba com sete jedis. Se sua matemática exigir mais esforço, então é melhor deixar a missão de lado antes que você borre as calças. São dois momentos de ataque dos jedis no percurso até o Conselho, que está protegido por soldados e por três torres. Destrua antes de subir as escadarias pelo menos a que está localizada no meio – mais à frente você verá o motivo.


Assim que tiver cruzado todo o salão principal, vá para o lado esquerdo da escadaria. Antes de atravessar o portão e continuar caminho para a escadaria menor que dá acesso à sala do objetivo, lance uma mina no chão e recue, pois o estrago não terá mais volta. Assim que você passar a primeira escadaria, três jedis cairão do teto e tentarão te matar, mas da mesma maneira que eles chegaram “voando”, voarão também para longe de você. Repeti o processo pelo menos umas cinco vezes e apenas em uma que um cavaleiro jedi sobreviveu à explosão e me deu trabalho. Nas outras cinco vezes que fiz o teste pelo lado direito, apenas um jedi morria na explosão e, portanto, eu precisaria me desgastar mais para matar outros dois. Então... Vá pela esquerda!


Assim que explodir com o primeiro grupo de jedis, dirija-se para a sala do Conselho. Entre pela porta do meio (que, repito, você já deveria ter explodido enquanto atravessava o salão principal) e solte uma mina não muito longe. Pouco tempo de você ter feito isso, perceberá que quatro jedis surgiram na sala. É o tempo de dar meia-volta e rolar para bem longe antes que comece a chuva de jedis. Acredite, fazendo isso, o maior esforço até o momento será lidar com os soldados do templo, que não param de crescer na base do Conselho até você domina-la. Primeiro objetivo completo.

Logo recebemos o comando de ir até a biblioteca do Templo. Lá, os jedis estão destruindo os bookcases, que contém informações estratégias de extrema importância e que Darth Sidious deseja obter. Antes que parta loucamente para o local, troque de classe e opte por um Engineer – acredite, ele fará diferença. E procure chamar três clones para estarem ao seu lado (apenas Clone Troopers ou Clone Commanders, pois será preciso de tiros rápidos aqui). Feito isso, vá e boa sorte, afinal, esse é o pior momento da missão toda. Ah sim, não se preocupe em chegar rapidamente na biblioteca, pois os bookcases não serão danificados até você pisar lá. Foque primeiro no recrutamento do seu pelotão. E não tente cortar caminho indo pelo centro de comando do Templo, localizado à direita logo que saímos do Conselho, pois a porta que liga a sala até a biblioteca está trancada (veja a foto). Isso só vai te atrasar e resultar em perdas desnecessárias de reforços.

Você tem dois minutos para defender os bookcases, mas, acredite, isso é tempo demais, capaz de fazer suar frio até o mais destemido mercenário de Star Wars Battlefront, vulgo eu, Bonham Kriehger. O importante é não se desesperar, afinal, só vai sobrar mesmo um bookcase para você defender no fim. Aceite isso! Não tente salvar todos, é perda de tempo. Foque em apenas um e defenda-o com sua vida até o timer se esgotar. 

Quando a primeira leva de jedis é exterminada, a segunda vai aparecer apenas quando o relógio apontar um minuto exato para o fim do objetivo. Sugiro que se recomponha aí. Dê vida e munição para os soldados que estão te seguindo (caso algum dos três tenha morrido, procure rapidamente outros para recompor as perdas, eles serão de extrema importância) e conserte o bookcase que você estiver defendendo. Não tente recuperar um que já esteja destruído – eles não são recuperáveis, por isso a importância de não deixar o seu ser explodido.

Com o timer apontando um minuto para o fim do inferno, mais jedis cairão do teto para assombrar sua vida. Interessante notar que um bug faz com que os cavaleiros vão para o mesmo ponto em frente ao bookcase para destruí-lo, o que facilita sua vida, pois não será preciso ficar caçando os jedis na biblioteca. Mantenha certa distância e, com a ajuda dos seus companheiros, extermine os cavaleiros que ainda estiverem vivos e tentando destruir o bookcase. Atenção: fique esperto com os soldados do templo que portam bazucas, eles sim dão trabalho. Quando o timer estiver perto do fim, não pense duas vezes: fique consertando eternamente o bookcase e deixe a segurança do local para os clones presentes, pois ainda terão tiros de bazuca para tentar acabar com a sua alegria.


Passado o sufoco na biblioteca, temos que ir até o centro de comando do Templo, capturar um Holocrom e leva-lo em segurança até a LAAT que está na varanda de onde começamos a missão. O atalho é seguir pela sala dos Arquivos da Ordem. Conselho de amigo: entre, aguarde pela aparição dos jedis e recue para fora. Você perceberá que os inteligentes defensores da paz vão se aglomerar bem em frente à porta (mas não vão sair!). Carnificina feita, entre na sala, extermine os poucos jedis restantes e pegue o Holocrom. Só cuidado com umas paredes assassinas... Uma delas me matou! o/


O caminho de volta será mais tranquilo, mas cuidado: o primeiro instinto é ir até a varanda pelo corredor do lado de fora que liga a biblioteca com a varanda, já que lá não terá ninguém comparado ao salão principal, banhado em sangue. Realmente, o corredor é o melhor caminho, mas só se atente quando pisar nele, pois você terá algumas surpresas... Eu fui seco e bem, gerou a foto aqui do lado. Não precisa ter pressa, apenas foco: eliminando os jedis que aparecem, chegar até a LAAT será tranquilo.
Entregue o Holocrom, você precisará capturar outro, que está sendo guardado por um mestre jedi. Anakin Skywalker surge como opção e é melhor que o use, não digo nem pelo poder de matança do já intitulado Darth Vader, mas pela rapidez dele de chegar até a sala onde está o guardião. Ao lado dele, mais outros quatro cavaleiros aparecerão. Arremessando o seu sabre sobre eles pelo menos duas vezes será o bastante para limpar a sala (o mestre jedi tem mais vida, então acabe com ele o enforcando, é mais sinistro).

Volte para a LAAT e pronto, objetivo cumprido. Enquanto ela vai embora do local, você tem a última missão ainda a ser feita: matar três mestres jedis. É a parte mais divertida do mapa: é preciso muita agilidade e concentração para completar o dever vivo. Tem que ficar esperto, pois os mestre jedis, ao contrário dos cavaleiros que enfrentamos até então, arremessam os sabres de luz – e isso pode ser fatal. Completei essa missão também com o Heavy Trooper e foi mais fácil do que eu esperava: uma mina apenas aniquilou dois e tirou muita vida do terceiro, uma bazucada foi o suficiente para mata-lo. Missão cumprida!


E, dessa forma, a República rui e a ascensão do Império começa. Segundo o próprio soldado que narra a Campanha em Battlefront, “uma nova era, de ordem e paz” dá início. E a primeira missão do 501st agora já sob o comando de Darth Vader será realizada pelo Scott, em Naboo! Aguarde até semana que vem e, até lá, comente aqui embaixo sobre suas desventuras ao tentar cumprir a Ordem 66. Alguma dica também? Poste aqui!
Compartilhar no Google Plus

Um comentário:

  1. Para mim, a melhor missão do Campanha, mesmo retratando um dos momentos mais tristes de Star Wars. Tá certo que os jedis também não são nada inteligentes, mas a sensação de escapar por pouco de um sabre de luz é única. Desespero, adrenalina, raiva, tudo junto e misturado enquanto você tenta explodir com o defensor da paz.

    E o Anakin? Zica demais!!! A capa dele é o toque a mais que me faz adorar usá-lo na missão xD Bem que no modo Assault, em Mos Eisley, ele poderia ter essa capa uaheuahe

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.