EA nega vendas de Battlefront aquém das expectativas

Diretor executivo não divulga números oficiais, mas segue confiante na projeção de 13 milhões de cópias comercializadas


EA segue confiante no número de vendas de Battlefront
Ainda sem apresentar números oficiais, a Electronic Arts (EA) se surpreendeu com a declaração da GameStop, referência no mercado de games estadunidense, de que as vendas de Star Wars Battlefront está “pouco aquém das expectativas”. A afirmação polêmica do executivo Tony Bartel fez com que a EA viesse a público rapidamente para esclarecer o quadro de cópias comercializadas até o momento.
Peter Moore se surpreendeu com declarações
da GameStop, uma das maiores lojas de games dos EUA

“Os comentários foram interessantes e um pouco surpreendentes particularmente para nós”, comenta Peter Moore, diretor executivo da EA. “Não há nenhuma fraqueza que seja perceptível no título e quero que todos percebam isso com base no cenário atual e também com as ações de marketing que temos pela frente em particular quando o filme estrear nas próximas duas semanas.”

Declaração que vai totalmente contra o que Tony Bartel havia dito antes durante a Credit Suisse Technology, Media e Telecom Broker Conference. “Não vamos quantificar num número, mas tínhamos expectativas elevadas que decresceram com o seu aproximar. E depois não conseguiu alcançar nem mesmo essas expectativas reduzidas.”

Pode até estar vendendo, mas...
A GameStop se refere a projeção da EA de comercializar 13 milhões de cópias até março do ano que vem. A distribuidora inicialmente trabalhava com 10 milhões de jogos vendidos, mas aumentou posteriormente a margem em função do hype que a saga Star Wars passou a ter com a aproximação do lançamento de O Despertar da Força, dia 17 agora.

Mesmo sem dar pistas sobre os números que giram em torno de SWBF, Peter Moore segue confiante. “Sentimo-nos muito confortáveis sobre a meta a atingir que demos aos analistas, investidores e Wall Street.”

Percebe-se, porém, um alto número de desistência por parte dos players após a aquisição de Battlefront. Não há dados oficiais, mas muitos jogadores já informaram que pediram reembolso, principalmente devido ao problema com os “servidores vazios”. 

Com base nos números da P-STATS, há duas semanas chegou a ter 180 mil pessoas online. Atualmente, o pico caiu praticamente pela metade, ficando entre 90 e 100 mil. 

Fato é que na semana que Battlefront foi às lojas do mundo todo, o shooter foi sensação de vendas. Só no Reino Unido ele foi 117% mais comercializado do que Star Wars: The Force Unleashed, de 2008, até então detentor do recorde de jogo mais vendido da saga criada por George Lucas. 


O jogo desenvolvido pela DICE ainda bateu o concorrente Destiny e Call of Duty: Black Ops III na semana de lançamento. Atualmente, porém, está atrás em comparação a CoD. A tendência é que as vendas passem a diminuir cada vez mais se nenhum patch de correção sair para dar fim ao problema de conectividade, que tem irritado vários fãs.

Atualmente, Battlefront está atrás de CoD: Black Ops III nas vendas

Compartilhar no Google Plus

4 comentários:

  1. E vai cair ainda mais se não resolverem esses problemas com os servidores vazios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc...
      Vc sabe me dizer porque alguns jogadores têm os tags amarelos?

      Excluir
  2. Alguém sabe me dizer porque alguns jogadores têm os tags amarelos? Sei que pode ser uma pergunta besta, mas morro de curiosidade kkkkkk...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tag amarela significa que a pessoa é sua coop, Manu! Você pode dar respawn no mesmo local onde ela está ou então compartilhar da mesma mão que ela estiver usando!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.